25 de Abril... venha outro

25 de Abril ... Ontem, Hoje e Amanhã. 25 de Abril sempre. O Povo é quem mais ordena, dentro de ti ó cidade. Dentro de ti ó cidade, irei ter por ..."


Amigos de Abril

Novo Abril?

Tags

Activismo!

ImprensaAlternativa

Documentários

Blogs&Revistas

Esquerdas (pt)

América Latina

Especial

Dívida?



Teatreia

O Texto Vencedor do DramaTEns 2018 - Concurso Anual de Dramaturgia do TEatroensaio é a peça:
Cinema Jenin
de Lígia Souto e Pamella Martelli

Este texto será publicado na nossa revista "Ensaios de Teatro" Nº 7 (oitava edição), que será lançada na sexta-feira, 7 de Dezembro de 2018, pelas 18h30 no Teatro Carlos Alberto - Teatro Nacional São João, Porto.
Neste evento será apresentada uma Leitura Encenada de excertos deste texto, com direcção de Inês Leite.
Desde já agradecemos a todos os participantes que nos enviaram o seu texto nesta edição.
A Não Perder!


Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2018/10/vencedor-dramatens-2018-cinema-jenin.html




Coprodução CENDREV|TEatroensaio
Apresentações: de 4 a 28 de Outubro de 2018, excepto 13 de Outubro
De 4ªf a Domingo (1ª semana de 5ªf a domingo)
Horário: de 4ªf a sábado: 21h30; Domingo: 16h
Local: Teatro Garcia de Resende, Évora
circulação nacional do espectáculo em fevereiro de 2019

Sinopse
Este é um texto de alta comédia que, colocando em cena um jogo de enganos e descobertas , recorre à Ilusão como álibi para as traições da vida quotidiana e a luta pela sobrevivência, numa Itália logo após a segunda guerra mundial.
A grande Ilusão em cena não é a crença no sobrenatural, mas a crença na força do dinheiro como bóia salva-vidas de uma realidade social desestruturada.
?Fantasmas?? não se limita a explorar os temas típicos da comédia popular, nem tem apenas como fim a diversão e o riso. A linha entre ficção e realidade revela a angústia do homem diante de sua própria decadência.
Agora, como diz o povo, as bruxas não existem, mas... neste caso, Fantasmas não existem mas...

Ficha Artística
a partir de Texto Original de Eduardo de Filippo
Tradução: José Colaço Barreiros
Encenação e Adaptação Dramatúrgica: Pedro Estorninho
Assistência de Encenação, Adaptação Dramatúrgica e Guarda-Roupa: Rosário Gonzaga
Interpretação: Ana Meira, Hugo Olim, Ivo Luz, Jorge Baião, José Russo, Maria Marrafa, Pedro Oliveira, Rui Nuno, Susana Sá
Desenho de Luz e Direcção Técnica: António Rebocho
Desenho de Cenografia: João Sotero
Coprodução CENDREV | TEatroensaio

Ficha Técnica
Produção: Cláudia Silvano, Inês Leite
Produção Executiva: Margarida Rita
Secretariado: Ana Duarte
Direcção de Cena: Beatriz Sousa, Tomé Baixinho
Construção Cenografia e Montagem Técnica: Paulo Carocho, Tomé Antas, Tomé Baixinho
Operação de Luz e Som: António Rebocho
Costura: Vicência Moreira
Fotografia: Paulo Nuno Silva
Teaser Vídeo: Fernando Dias
Design Gráfico: Augusto Pires / Makeup Design
Comunicação: Alexandra Mariano, José Neto, Pedro Ferreira

O CENDREV e o TEatroensaio são estruturas financiadas pelo Governo de Portugal Cultura | Direcção Geral das Artes
Apoios/Parcerias CENDREV: Câmara Municipal de Évora, JALMúsica, OMC Office Solutions
Parcerias/Apoio à Divulgação: Diário do Sul, Rádio Telefonia do Alentejo, Jornal Registo
Apoios/Parcerias TEatroensaio: CM Arraiolos, TNSJ, IEFP,IP - CACE Cultural Porto, ESMAE ? IPP, Moagem CERES S. A., AJHLP / Makeup Design, CINANIMA , Erregueté.

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2018/10/fantasmas-estreia-nacional-de.html


O DramaTEns 2018 - Concurso Anual de Dramaturgia do TEatroensaio tem como objectivo
 incentivar e divulgar a criação dramatúrgica em língua portuguesa e galega.
Este ano voltamos a realizar nova edição, tendo já fechado o período de recepção de textos a concurso.
Em Outubro anunciaremos o vencedor e em Dezembro será feita a publicação e apresentação pública de excertos da peça em parceria com o Teatro Nacional São João.
Agradecemos assim a todos os participantes que nos enviaram as suas peças.



Calendário:
Data de Abertura: segunda-feira, 23 de Abril de 2018.
Data Limite para a Entrega dos textos: segunda-feira, 2 de Julho de 2018, 17h.
Data de Anúncio do Vencedor: sexta-feira, 26 de Outubro de 2018.
Data de Publicação e Apresentação pública do texto: sexta-feira, 7 de Dezembro de 2018, Salão Nobre do TNSJ, Porto.



Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2018/09/dramatens-2018-fecho-de-recepcao-de.html

Estreia Para O Castelo - 20Ago2018 12:38:00


Para O Castelo
Espectáculo de Poesia e Música
Uma Coprodução TEatroensaio | CM Arraiolos

Sexta-feira, 24 de Agosto de 2018, 21h30
Largo Capitão José Cravidão (Largo da Misericórdia), Arraiolos


Entrada Livre
Maiores de 12
Duração aprox.: 60m

Sinopse:
Este é um espectáculo feito de poemas e música, dedicado ao Castelo e ao seu Povo. Este espaço referencial é uma raíz, matriz cultural, entidade a quem dirigimos palavra e onde podemos acoitar os nossos desejos. É património mas também testemunho do suor e trabalho dos que o ergueram e trabalham a terra em seu redor... até onde a vista alcança.

Ficha Artística
Encenação e Dramaturgia: Inês Leite
Composição, Direcção e Interpretação Musical: Eduardo Baltar Soares
Interpretação: Pedro Estorninho e Participantes da Comunidade do Concelho de Arraiolos: Agripina Ramalho, Amadeu Falcão, Ana Coelho, Ana Rosa Barbosa, Antónia Pastaneira, António Rodrigues, António Saragoça, Argélia Patrício, Augusta Lourenço, Beatriz Paulo, Bernardina Pé-Leve, Cipriano Baldeira, Dimas Corta-Largo, Emília Carreiras, Felicidade Cara-Linda, Guilhermina Querido, Jacinta Barbeiro, Joana Carrasqueira, José Francisco António, Luís Manuel Almeida, Miguel Reto, Maria Ana Amaro, Maria da Luz Catalão, Maria Julieta Coelho, Mariana Alabaça, Palmira Garcia, Raquel Madeira, Rosalina dos Santos, Teresa Catarina Serrano, Vitalina Corta-Largo
Técnicos e Funcionários do Município que acompanharam o projecto: Ana Cardoso, Ana Silva, António Pereira, Isabel Bizarro, Joaquim Serôdio, João Leitão
Design Grafico: Augusto Pires/Makeup Design
Coprodução: TEatroensaio | Câmara Municipal de Arraiolos
Estrutura financiada por: Governo de Portugal Cultura | DGArtes
Um evento: Alentejo em Cena
Promotores: CM Arraiolos, CIMAC, Turismo do Alentejo
Cofinanciado por: Alentejo 2020, Portugal 2020, União Europeia
Apoios TEatroensaio: CM Arraiolos, IEFP,IP - CACE Cultural Porto, ESMAE - IPP, TNSJ, Moagem CERES S. A., AJHLP, Makeup Design, CINANIMA, Erregueté
Agradecimentos: Natália dos Santos, Bernardina Pé-leve, Ana Maria, Rancho ?Os Camponeses de Arraiolos?, Vitor Hugo Carrasqueira, Funcionários do Município de Arraiolos

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2018/08/estreia-para-o-castelo.html

- 08Dez2017 04:13:00


AVISO

As iniciativas TEatroensaio Fora de Palcos e Cinensaio 2017, previstas para Dezembro deste ano no Teatro Nacional São João, ocorrerão nos dias 23 e 24 de Fevereiro de 2018, respectivamente, no Teatro Carlos Alberto, antecedendo a estreia de ?A Longa Noite de Camilo?, uma coprodução TEatroensaio/TNSJ com texto e encenação de Pedro Estorninho.




Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/12/aviso-as-iniciativas-teatroensaio-fora.html




Espectáculos no Auditório da Casa das Artes do Porto
R. Ruben a 210, 081, 4150-639 Porto

Sábado, 2 de Dezembro de 2017, 21h30
Domingo, 3 de Dezembro de 2017, 17h


> 12 anos
60m (duração aprox.)

Bilhetes P.V. P: 7,50?
Bilhete com desconto: 5,00?
Reservas e Informações: teatroensaio@gmail.com
ou através do telemóvel: 918626345


Sinopse:
A peça trata a universalidade dos refugiados e do drama não somente europeu, mas também mundial, acima de tudo o espectáculo é focado no indivíduo em relação ao colectivo e à sua presença no mesmo, fuga dele e seu desenraízamento. A criação assenta sobre o tema da deslocação forçada sem a localizar no espaço e no tempo, porque não é somente agora que o mundo vive e vê as imagens que diariamente nos entram casa adentro através dos media (televisões, jornais, etc.). Desde o princípio dos tempos foram muitas as populações e civilizações que por ela passaram e muitos aqueles que pela sua acção tiveram de se recriar num outro lugar.

Ficha Artística
Texto e Encenação: Pedro Estorninho
Interpretação: Ana Coelho, Inês Leite, Rosário Gonzaga
Voz Off: Pedro Estorninho, Rosário Gonzaga
Guarda-Roupa e Cenografia: TEatroensaio

Ficha Técnica:
Direcção de Produção: Inês Leite
Apoio à Produção: Ana Coelho
Registo Fotografia: Pedro Ferreira e CM Arraiolos
Design Gráfico: Augusto Pires / Makeup Design
CoProdução: TEatroensaio | CM Arraiolos
Um evento: Alentejo em Cena
Promotores: CM Arraiolos, CIMAC, Turismo do Alentejo
Cofinanciado por: Alentejo 2020, Portugal 2020, União Europeia
Apoios e Parcerias do TEatroensaio: Teatro Nacional São João, Direcção Regional de Cultura do Norte/Casa das Artes do Porto, CENDREV/CM Évora, Cace Cultural do Porto-IEFP/IP, Moagem CERES S. A., Esmae/IPP, Deriva Editores, Festival Cinanima, Erregueté, AJHLP, Makeup Design.


Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/11/estreia-no-porto-rebentar-como-terra.html


O TEatroensaio vem por este meio anunciar publicamente o Texto Vencedor do DramaTEns 2017 - Concurso Anual de Dramaturgia do TEatroensaio:

"Escola de Magistratura"


Desde já agradecemos a todos os participantes que nos enviaram o seu texto, assim como ao Júri: Inês Leite, Pedro Estorninho, Pedro Ferreira, Paulo Barrosa e à Júri convidada desta edição, a actriz Rosário Gonzaga.

Este texto será publicado na revista "Ensaios de Teatro" Nº6 (sétima edição), cujo Lançamento e Leitura Encenada do texto serão realizados no evento TEatroensaio Fora de Palcos a 8 de Dezembro de 2017, pelas 18h30 no Teatro Nacional São João no Porto.
Bem Hajam!

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/10/anuncio-texto-vencedor-dramatens-2017.html



Data: sábado, 26 de Agosto de 2017, 21h30
Local: Largo Capitão José Cravidão, (Largo da Misericórdia), Arraiolos


Espectáculo de Teatro comentado
Entrada Gratuita
Duração aproximada 50 minutos
Espectáculo para maiores de 6 anos


Ficha Artística

a partir de texto de Gil Vicente
adaptação, direcção e encenação Pedro Estorninho
interpretação Ana Coelho, Inês Leite
interpretação musical António Valente
Coprodução TEatroensaio | CM Arraiolos

Ficha Técnica:
Fotografias de Cena: Mário Pastor, Pedro Ferreira
Design Gráfico: Makeup Design
Um Evento: Alentejo em Cena
Promovido por: CM Arraiolos, CIMAC, Turismo do Alentejo
Cofinanciado por: Alentejo 2020, Portugal 2020, União Europeia/Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional
Apoios/Parcerias TEatroensaio: IEFP/IP, Esmae/IPP, TNSJ, Moagem Ceres S.A., Deriva Editores, AJHLP, Cinanima, Erregueté, Makeup Design

Sinopse
Maria Parda retrata a estória (dentro da história) de uma mulher que habita as ruas de Lisboa e busca incessantemente alguém ou algum tasqueiro que lhe fie um pouco de vinho, acabando a pedir um tecto de Abrigo e uma luz que lhe acompanhe a noite.
Este peça de Gil Vicente apresenta um sub-texto muito mais rico, profundo e humano tocando temas universais como a Fome, a Mendicidade, a imposta Solidão e a Miséria.
O TEatroensaio quis ir por um caminho pouco usual, decidiu uma abordagem mais fria e não humorística desta peça, revelando a verdadeira Parda, que sobreviveu à Peste e à Grande Fome do ano anterior à sua criação, revelando-se numa personagem extremamente contemporânea pela coragem em interpelar e confessar-se directamente a Deus.
Um texto que é essencial conhecer, uma referência da História e Cultura Portuguesas.


Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/08/parda-em-arraiolos-estreia-26-de-agosto.html

- 04Jul2017 15:22:00

Terminou no dia 29 de Junho de 2017 o prazo para envio de peças a concurso no DramaTEns 2017.
Desde já agradecemos a participação de todos os autores que nos enviaram os seus textos.
A 26 de Outubro de 2017 será anunciado o texto vencedor desta edição.
Bem Hajam!

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/07/terminou-no-dia-29-de-junho-de-2017-o.html

Estreia - 26Mai2017 12:47:00


Sexta-feira, 26 de Maio de 2017, 21h30 - Local: Sociedade Filarmónica 1º de Abril Vimieirense
Sábado, 27 de Maio de 2017, 21h30 - Local: Sociedade Musical União Vimieirense
Sessão Extra: Domingo, 28 de Maio de 2017, 21h30 ? Local: Sociedade Filarmónica 1º de Abril Vimieirense

Entrada gratuita e sujeita à lotação da sala (abertura bilheteira no local do espectáculo às 20h30)
Duração aprox.: 60m | Classificação etária: maiores de 6 anos

Ficha Artística

Direcção Artística, Texto e Encenação: Pedro Estorninho
Assistência de Encenação: Inês Leite
Direcção Musical: Paulo Silva
Interpretação: Ana Coelho, Agripina Ramalho, Angélica Toquito, António Barbosa, António Dionísio, António Maria Soares, Augusta Barbosa, Francisco Barbeiro, José Francisco António, Maria Toquito, Pedro Coelho, Rui Lobo
Interpretação Musical: Ângelo Cunha, Euclides Silva, Fábio Silva, Luís Barbosa, Luís França, Miguel Domingos, Paulo Silva, Vasco Matão
Parcerias: Sociedade Musical União Vimieirense e Sociedade Filarmónica 1º de Abril Vimieirense
Apoios/Parcerias do TEatroensaio: IEFP,IP - CACE Cultural Porto|ESMAE ? IPP| TNSJ|Moagem CERES S. A.|Deriva Editores|AJHLP|Makeup Design|CINANIMA
Coprodução TEatroensaio | Câmara Municipal de Arraiolos
Projecto Financiado pelo CIMAC/ Alentejo em Cena

Ficha Técnica
Frente-de-Casa: Guilhermina Reis, Maria José Polha
Adereços e Guarda-Roupa: Inês Leite, Maria Toquito, Pedro Coelho
Contra-Regra: Angélica Toquito, Francisco Barbeiro
Técnico de Cultura responsável: João Leitão
Design Gráfico: Constantina Arnaud e Victor Hugo Carrasqueira

Sinopse:

O Teatro Universal, O Teatro do Afecto!!!
Falar de Teatro é sempre (incondicionalmente) falar de História! Neste caso falamos da História do Teatro no mundo, que já vai com cerca de três mil anos, sim é isso mesmo, o teatro existe há cerca de três mil anos! Nascido, criado e lançado para o mundo, daquela (então) pequena cidade chamada de Atenas!
Mas também aqui falamos da História do Teatro no Vimieiro! Completo está o panorama, o mote, o assunto, se quiserem, o tema! Dois meses de muito trabalho, dois meses de muito afecto partilhado com estes já, e assim posso dizer, companheiros de tábuas!
E que belo foi, tem sido e quem sabe continuará a ser. Pensámos, escrevemos, trabalhámos teatro e quando assim é, estamos dentro da mais bela máquina do mundo, sim o teatro!
Tenho de agradecer também à Câmara Municipal de Arraiolos por me ter proporcionado esta bela aventura no Vimieiro.
Aos meus companheiros e população que nos apoiou digo, com a maior sinceridade, Bem Hajam e Até Já!!!

Pedro Estorninho
Encenador, Director Artístico TEatroensaio




Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/05/estreia.html

ABRIL 43 - 19Abr2017 17:35:00


O TEatroensaio, em coprodução com a Câmara Municipal de Arraiolos, iniciou hoje uma nova criação:
De Nós Para Vós - Esta História Que Contamos
Uma celebração do Teatro

Espectáculo com a participação da Comunidade do Vimieiro

Texto e Encenação de Pedro Estorninho
Assistência de Encenação de Inês Leite.
Nesta primeira reunião de trabalho tivemos o prazer de contar com a presença da Presidente, Sílvia Pinto, e do Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Arraiolos.

Estreia a 26 e 27 de Maio de 2017 na Vila do Vimieiro
A Não Perder!

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2017/04/de-nos-para-vos-esta-historia-que.html


Conferência "Gente Como Nós" - 09Nov2016 17:58:00


Gente Como Nós
Refugiados, Afro-descendentes
Deslocação Forçada e Emigração
Justiça e Desenvolvimento.


Conferência com Inês Leite, Mamadou Ba e Teresa Martins

Sábado, 19 de Novembro, 21h30,
Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto

Rua Rodrigues Sampaio 140, Porto

Entrada Gratuita

Parceria:
TEatroensaio | SOS Racismo

Apoios e Parcerias:
AJHLP, TNSJ, IEFP, Esmae/IPP, Moagem Ceres S.A., Deriva Editores, Cinanima, Teatro Art´Imagem, Makeup Design

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/11/conferencia-gente-como-nos.html

Vencedor DramaTEns 2016 - 02Nov2016 12:46:00

O DramaTEns 2016 - Concurso Anual de Dramaturgia do TEatroensaio teve como vencedor o Texto: As carraças têm dentes brancos, de Paulo Freitas
Desde já agradecemos a participação de todos os que nos enviaram os seus textos, desejando os maiores sucessos na Escrita Teatral e esperando que possam participar em futuras edições do DramaTEns.
Bem Hajam!

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/11/vencedor-dramatens-2016.html

Uma Coprodução TEatroensaio | CM Arraiolos
Dramaturgia e Encenação de Pedro Estorninho
com a Comunidade de Arraiolos

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/10/grito-como-terra-estreia-em-arraiolos.html


O TEatroensaio e o Teatro Art´Imagem apresentam:
inserido na Programação Regular de Teatro Quinta da Caverneira,
uma organização da Câmara Municipal da Maia, em protocolo com Teatro Art'Imagem na Dinamização e Divulgação das Artes de Palco


Lançamento da publicação anual "Ensaios de Teatro" Nº 4 | TEatroensaio
Dia 23 | Sexta 21h30
Biblioteca da Quinta da Caverneira
Fundo Teatral Art´Imagem/C.M.M da Biblioteca da Quinta da Caverneira
Entrada Gratuita - 60M


A revista "Ensaios de Teatro" vai na sua quinta edição (o número quatro).
Há cinco anos lançámos, numa aventura concretizada, o número zero, com a esperança de não ser unicamente experimental e de não ficarmos por aquele, não ficámos! Temos tido o prazer de, ao longo destes cinco anos de "Ensaios de Teatro", ter trabalhado (e de trabalhar) com colaboradores de várias nacionalidades, áreas, que com o seu conhecimento têm vindo a mostrar novas ideias, caminhos! Nesta edição de 2015 contamos com a colaboração de Salvador Santos, Marco Paiva, Rui Pina Coelho, Gil Costa Santos, António Durães, entre outros. É também publicado o texto vencedor do DramaTEns 2015: Sopros de Paz e Guerra" de Odir Ramos da Costa.
O TEatroensaio tem, desde o número zero, como parceiros na edição a Deriva Editores e no acolhimento o TNSJ. Desejamos uma boa leitura.

A Publicação Anual ?Ensaios de Teatro? procura contribuir para a divulgação do Teatro e da Dramaturgia em português. Conta com textos sobre os autores e peças apresentadas pela companhia, a publicação do texto vencedor do Concurso Anual de Dramaturgia e a secção EntreEnsaios, com temas mais abrangentes que promovam o pensamento e a criação artística. Em edições anterior contou com textos de: Afonso Cruz, Alain Maillard, Alberto Medalla, Ana da Palma, Ana Maria Ribeiro, António Durães, Carla Morgado, Cátia Terrinca, Eduardo Baltar Soares, Eduardo Morais, Gil Costa Santos, Graça dos Santos, Gustavo Guerra, Günter Heeg, Honorato Esteves, Inês Leite, Isabel de Sena, Jaime Froufe Andrade, Jorge Deserto, José Leitão, José Russo, Márcio Boaro, Miriam Halfim, Paulo Barrosa, Pedro Estorninho, Pedro Sobrado, Ricardo Boléo, Sérgio Lopes, Victor Pinto, Zeferino Mota.
Editor: Pedro Estorninho; Redacção: Inês Leite e Pedro Ferreira; Design Gráfico: Augusto Pires Makeup design 
Coprodução: TEatroensaio / Deriva Editores
Parcerias: TNSJ, Moagem Ceres S. A., IEFP,IP ? Cace Cultural do Porto, Deriva Editores, Esmae-IPP, Teatro Art´Imagem, Cinanima, Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto, APELGA




 


Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/09/teatroensaio-lanca-ensaios-de-teatro-na.html

- 13Ago2016 01:22:00

A peça "A Última Porta" da autoria de Pedro Estorninho, o Director Artístico do TEatroensaio, foi apresentada pla Cia Criarteatro de Cabo Verde no Circuito de Teatro em Português no Brasil, com o visível sucesso que todos temos prazer em partilhar. Parabéns a todos os que contribuíram par a esta grande festa do Teatro!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1352826914744802&set=a.219106401450198.69812.100000525197713&type=3&theater

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/08/a-peca-ultima-porta-da-autoria-de-pedro.html


Encerrou hoje às 17h o prazo para a entrega de textos teatrais a concurso no DramaTEns 2016 - Concurso anual de Dramaturgia do TEatroensaio. 
Desde já agradecemos a todos os participantes e desejamos boa sorte aos concorrentes!
 A peça vencedora será anunciada na quinta-feira, 25 de Outubro de 2016.

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/07/dramatens-2016-fecho-de-candidaturas.html







Mensagem do Dia Mundial do Teatro 2016
27 de Março 2016.

Mensagem de Anatoli Vassiliev.

Será que precisamos de teatro?

Essa é a pergunta que milhares de profissionais de teatro, decepcionados com ele, e milhões de pessoas, que dele estão cansadas, fazem vezes sem conta.
Para que precisamos dele?
Anos estes em que a cena parece tão insignificante, quando comparada com as praças das cidades e com os territórios dos estados, onde as tragédias autênticas da vida real estão a decorrer.
O que é isso para nós?
Galerias banhadas a ouro e balcões das salas de teatro, poltronas de veludo, laterais de palco sujas, e as muito límpidas vozes dos actores ? ou vice-versa, algo que pode surgir aparentemente bem diferente: caixas pretas, manchadas de lodo e sangue, com uma porção de corpos nus e raivosos no seu interior.
O que é que isto nos é capaz de dizer?
Tudo!
O teatro pode dizer-nos tudo.
Como os deuses habitam no céu, e como prisioneiros definham em subterrâneos esquecidos, e como a paixão nos pode elevar, e como o amor pode ruir, e de como ninguém necessita de uma boa pessoa neste mundo, e como a decepção reina, e como as pessoas vivem em apartamentos, enquanto as crianças tiritam em campos de refugiados, e como todos eles têm de voltar para o deserto, e como dia após dia somos forçados a separar-nos daqueles que amamos ? O teatro pode contar tudo.
O teatro esteve sempre aqui e permanecerá para sempre.
E agora, nestes últimos cinquenta ou setenta anos, ele é particularmente necessário.
Porque se olharmos para todas as artes públicas, podemos ver de imediato o que o só o teatro é capaz de nos dar ? uma palavra de boca a boca, um olhar de olhos nos olhos, um gesto de mão para mão, e de corpo para corpo.
O teatro não precisa de nenhum intermediário para poder exercer a sua ação entre os seres humanos ? ele constitui o lado mais transparente da luz, não pertencendo nem ao sul, nem ao norte, nem ao leste ou ao oeste ? oh não, ele é a essência da luz em si mesma, brilhando de todos os quatro cantos do mundo, imediatamente reconhecível por qualquer pessoa, seja hostil ou amistosa para com ele.
E precisamos do teatro que permaneça sempre diferente; precisamos de teatro de muitos tipos diferentes.
Penso ainda que de todas as formas possíveis de teatro, as suas formas mais arcaicas serão aquelas que chamarão sobre si um maior apelo. O teatro de formas rituais não deve ser artificialmente oposto ao das designadas nações ?civilizadas?. A cultura secular está a ser mais e mais lugar de emasculação, e nela a chamada «informação cultural» está gradualmente a substituir e a expulsar de si as entidades portadoras de singularidade, assim como a nossa esperança de um dia as poder vir a conhecer.
Mas uma coisa eu posso ver agora claramente: O teatro está a abrir as suas portas amplamente. Entrada gratuita para todos sem excepção.
Para o inferno com gadgets e computadores ? simplesmente venham ao teatro; ocupem filas inteiras nas bancadas e nas galerias, oiçam a palavra e contemplem as imagens vivas! ? é o teatro que está à vossa frente, não o negligenciem nem desperdicem a oportunidade de participar nele ? talvez seja a oportunidade mais preciosa que podemos partilhar nas nossas vidas vãs e apressadas.
Precisamos de todo e cada tipo de teatro.
e ninguém por certo sentirá falta ? refiro-me ao teatro dos jogos políticos, o teatro das armadilhas políticas, o teatro dos políticos, o teatro fútil da política.
Do que nós certamente não necessitamos é de um teatro de terror diário ? seja ele individual ou colectivo, do que não precisamos mesmo é do teatro de cadáveres e de sangue nas ruas e nas praças, nas capitais ou nas províncias, um teatro falseado de confrontos entre religiões ou grupos étnicos?

Tradução a partir do inglês: Margarida Saraiva | Revisão: Armando Nascimento Rosa

Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/03/mensagem-do-dia-mundial-do-teatro-2016.html


DramaTEns 2016
Concurso Anual de Dramaturgia do TEatroensaio

Objectivos:
Incentivar e divulgar a criação dramatúrgica em língua portuguesa.

Calendário:
Data de Abertura: domingo, 27 de Março de 2016.
Data Limite para a Entrega dos textos: quinta-feira, 21 de Julho de 2016, 17h.
Data de Anúncio do Vencedor: quinta-feira, 25 de Outubro de 2016.
Data de Publicação e Apresentação pública do texto: sexta-feira, 2 de Dezembro de 2016.

Regulamento

1.      Quem pode concorrer?
1.1.Maiores de 18 anos.
1.2.Cidadãos portugueses (residentes ou não em Portugal) e cidadãos de países de Língua Oficial Portuguesa;
1.3. Não poderão concorrer autores que mantenham vínculo de natureza laboral ou cargo na entidade promotora (TEatroensaio ? Teatreia Associação Cultural);
1.4. Os concorrentes poderão candidatar-se com um ou mais textos da sua autoria, desde que anónimos, originais e inéditos.

2.      Qual o formato e tipo de textos a concurso?
2.1.Os textos a concurso têm tema livre e deverão ser escritos em português e serem originais e inéditos (sem qualquer apresentação prévia, seja sob a forma de leitura, espectáculo ou edição) nem premiados/distinguidos em concurso anteriormente. (mesmo com diferente título);
2.2. O texto tem de permitir um espectáculo com uma hora de duração (60m);
2.3. Número de personagens não superior a cinco.
2.4. Tipo de letra: Times New Roman, tamanho de Letra: 14, parágrafos/espaçamento entre linhas de 1 (simples).
2.5. Os originais deverão ser assinados com pseudónimo. Caso o concorrente se candidate com várias obras deverá assinar cada obra com um pseudónimo diferente.

3.      Como e quando deverão ser entregues os textos a concurso?
3.1.Os textos deverão ser entregues até 21 de Julho de 2016 às 17h (hora de Lisboa).
3.2.A divulgação de qualquer elemento que permita a identificação do original e seu autor implica a exclusão do mesmo.
3.3. O Texto poderá ser remetido via email ou via correio registado.
No caso de ser enviado via email(recepção sujeita a confirmação via email):
- o texto deverá ser enviado para o email: dramatens.teatroensaio@gmail.com
O email emissor não poderá conter nenhum nome ou alusão ao autor, mas apenas ao pseudónimo, sendo utilizado como forma de contacto da companhia com o autor, no caso de o texto ser premiado.
     No caso de ser enviado por correio registado:
     - o texto deverá ser enviado para a seguinte morada:
DramaTEns TEatroensaio
Rua Alfredo Keil, 243, h. 15
4150 ? 049 Porto, Portugal
- O texto deverá ser enviado dentro de um envelope, donde constará no remetente apenas o respectivo pseudónimo. Os textos cujo carimbo ultrapasse a data de entrega serão excluídos do concurso;
- o texto deverá vir acompanhado de um envelope fechado, contendo no seu interior o nome e contacto do autor, e no seu exterior o pseudónimo utilizado e o título do texto. Os envelopes contendo o nome do autor do texto premiado serão abertos apenas após decisão final do júri.
- os textos entregues pelo correio não são sujeitos a devolução, sendo destruídos após o anúncio do vencedor.

4.      Constituição do Júri
4.1. O Júri será composto por 5 elementos (sendo três elementos pertencentes à direcção da Teatreia Associação Cultural e os restantes convidados pela mesma).
4.2. As decisões do júri não são sujeitas a recurso.

5.      Prémio
5.1 O título da peça premiada e respectivo autor serão anunciados a 25 de Outubro de 2016.
5.2. O texto vencedor será publicado na revista ?Ensaios de Teatro? Nº 5 (sexta edição). Será entregue um troféu simbólico e duas cópias da revista ao autor.
5.3 O texto vencedor será lido publicamente a 2 de Dezembro de 2016, no Salão Nobre do Teatro Nacional São João no Porto, sendo esta leitura dirigida pela companhia TEatroensaio.
5.4 O júri não é obrigado a atribuir o prémio, se assim o entender.

6.      Disposições Finais
6.1.A entrega dos originais implica o conhecimento e a concordância do seu autor com todas as cláusulas constantes deste regulamento.

6.2. Os casos omissos ou dúvidas interpretativas serão resolvidos pelo TEatroensaio ? Teatreia Associação Cultural, e da sua decisão não haverá recurso.


Fonte: http://teatroensaio-teatreia.blogspot.com/2016/03/dramatens-2016-abertura-de-concurso.html